in

Cleo Pires recebe comentário transfóbico no Instagram e rebate de forma surpreendente

Cleo Pires rebate comentário transfobico

Cleo Pires publicou uma foto no Instagram e após receber um comentário transfóbico, rebateu de forma surpreendente e deixou todo mundo louco.

Uma seguidora comentou uma foto da atriz da seguinte forma: “Mesmo parecendo um travesti de 60 anos, ainda gosto da Cleo”. E então Cleo rebateu: “Meu Deus! Uma mulher que diz que faz Direito no perfil dela e fala ‘um travesti’. É ‘uma’ travesti que se diz corretamente, respeitando a existência de cada um, se é que isso é importante pra você”. “E ser um travesti não é algo negativo. Mas pra você parece que é a ponto de você deixar um comentário dizendo que MESMO eu parecendo uma travesti, você gosta de mim. Então, por favor, não goste de mim, ok? Detesto gente preconceituosa e rasa. Eu AMO parecer uma travesti, obrigada pelo elogio”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Libra/Áries/Peixes Q saudades q eu tava 💖🌟 📸 @sergiobaia

Uma publicação compartilhada por Will Not B Defined (@cleo) em


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

Written by Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

Amazon retira livro cura gay

Livros homofóbicos sobre ‘cura gay’ são retirados do catálogo da Amazon

Thammy Miranda dá resposta surpreendente ao ser questionado sobre sexualidade do filho