in ,

Polícia de NY ataca manifestantes no Dia do Orgulho LGBT

Protesto Nova York
Foto: reprodução/LGBTQ Nation

A polícia de Nova York agrediu manifestantes no último domingo (28), o Dia Internacional do Orgulho LGBT e aniversário de 51 anos das revoltas de Stonewall, em ato favorável aos direitos da população de lésbicas, gays, bissexuais e transgênero. As informações são do BuzzFeed News.

Segundo o site, quando a manifestação estava na área do Washington Square Park, os policiais atacaram os manifestantes com bastões, spray de pimenta e derrubando pessoas no chão; algumas foram detidas e os policiais estavam com a identificação numérica coberta em seus uniformes.

A polícia informou ao BuzzFeed que a confusão começou quando agentes prenderam dois grafiteiros. Em seguida, os manifestantes gritaram pedindo para ambos serem liberados. O empurra-empurra começou quando policiais, dirigindo motos, avançaram na multidão e empurraram pessoas.

A situação coloca o prefeito da cidade, o democrata Bill de Blasio, em maus lençóis – ele tem sido criticado pelos nova-iorquinos progressistas por não responsabilizar a policial pela violência praticada pela mesma nos recentes protestos liderados pelo movimento Black Lives Matter.


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

Mineirão

‘Exaltamos o amor’: Mineirão é iluminado com cores da bandeira do arco-íris

Taylor Schilling

Atriz de ‘Orange is the New Black’, Taylor Schilling sai do armário