in ,

Ex-jesuíta gay escreve carta aberta ao papa Francisco e faz apelo: “Salve a minha vocação”

O ex-jesuíta norte-americano Ben Brenkert decidiu quebrar o silêncio e escrever uma carta aberta ao papa Francisco, logo após deixar a Companhia de Jesus, em julho. Após 10 anos, ele afirma que a Igreja ainda carrega forte homofobia e o papa deve intervir com mais rigor.

+ Arcebispo diz que gays podem ser santos

"Membros da minha comunidade – lésbicas, gays, bissexuais e trans – ainda permanecem às margens. Muitos gostariam que um cardeal dissesse-lhes que Deus os ama. Outros sabem que Deus os ama, mas a liderança da igreja os tratam como desorientados", explanou.

Ben escreveu que a frase "Quem sou eu para julgar", do Papa, encoraja a todos da igreja a evitar o julgamento contra os LGBT. Mas que ainda assim presenciou tristes casos de homofobia. "Hoje, não posso mais prosseguir como um homem gay em uma igreja onde homens gays e mulheres lésbicas estão sendo demitidos de seus empregos. A gota d'água para mim foi quando uma ministra da justiça foi demitida da paróquia jesuíta de Kansas por ser lésbica".

Ele continua: "Essa marginalização é o contrário do que muitos têm chamado de 'efeito Francisco'. Essas demissões trazem mais pobreza material e física. Além do fato que a injustiça LGBT contradiz o Evangelho".

+ Programa católico brasileiro critica padre homofóbico

Ben diz que Deus o ajudou a se conhecer e pede para que o papa o ajude a manter em sua vocação. "Eu tenho dons para oferecer, pois sou empático, amoroso, orador, articulado (…). Entendo-me como sacerdotal, apesar da minha humanidade frágil. Escrevo para ajudar a salvar a minha vocação, seja ela qual for no futuro".

Antes de finalizar a carta, ele faz o apelo: "Peço que instrua a Conferência dos Estados Unidos dos Bispos Católicos a aceitar os LGBT católicos. Peço para que fale contra as leis que oprimem LGBT. Isso traria verdadeira vida para a sua declaração 'Quem sou eu para julgar?'".


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

Parada do Orgulho LGBT do Rio de Janeiro muda data por falta de recursos

Fim de semana está animado para os parrudos e barbudos do Brasil; confira as dicas