in ,

“Fui demitido por pessoas poucos esclarecidas, apenas por ser gay”, desabafa jogador

"Fui demitido por pessoas poucos esclarecidas, apenas por ser gay", desabafa jogador

Um dos raros jogadores de futebol assumidamente homossexual, o jogador Yoann Lemaire, que foi demitido do time onde atuava pela homofobia ainda inerente ao esporte.

"Eu sou um jogador amador de nível ruim, demitido por ser gay por pessoas pouco esclarecidas", se apresenta ironicamente Yoann Lemaire, 35 anos, em sua casa na cidade natal de Vireux-Wallerand, no norte da França. Para ele, "é a ignorância que gera intolerância".

A história de Lemaire se tornou um livro autobiográfico, intitulado "Je suis le seul joueur de foot homo… enfin j’étais" (Eu sou o único jogador de futebol gay… enfim, eu era, em tradução livre), e que agora virou um documentário.

No início, "os caras não acreditavam em mim, porque eu era o jogador mais viril, o que mais recebia cartões, um grosso mesmo", lembra o zagueiro do FC Chooz, que começou a jogar bola aos 6 anos de idade.

Ele conta que o documentário é uma forma de “sensibilizar” os amantes do futebol para um assunto que destrói o sonho de jovens: a homofobia no futebol. O filme é dirigido por Michel Royer e conta com ajuda de um financiamento coletivo.

 O documentário não tem como objetivo "um acerto de contas, mas sim tentar encontrar um entendimento, passar da raiva à paz: é uma busca", acredita Lemaire, que quer "dar o exemplo", "entender os torcedores" e "encontrar um meio de sensibilizar" as pessoas, além de "ver nos outros esportes como as coisas acontecem, como no basquete feminino".

 Apoiado pela Federação Francesa de Futebol (FFF), a Liga Profissional de Futebol (LFP) e o Ministério dos Esportes, Lemaire acumula reuniões em Paris para seu projeto, encorajado por sentir que "a causa está evoluindo", quando "há 10 anos era um grande tabu".

 "No início, sem dinheiro, conseguimos cinco campeões do mundo que aceitaram dar seus testemunhos: (Laurent) Blanc, (Didier) Deschamps, (Fabien) Barthez, (Christian) Karembeu e (Liliam) Thuram", revela.

 Uma primeira versão do documentário está prevista para ser exibida em 17 de maio, durante a Jornada Mundial de Luta Contra a Homofobia e Transfobia, com lançamento oficial marcado para a Copa do Mundo da Rússia (14 de junho-15 de julho).

A motivação sem trégua de Yoann Lemaire, porém, não consegue mascarar algumas amarguras: "Quando volto a meu clube, eu reencontro o mesmo técnico, os mesmos dirigentes, e não evoluiu, eles não querem falar sobre isso: é um saco para eles".

 


Como seria o homem perfeito para você?
Todo mundo tem um tipo de homem perfeito, algumas pessoas têm algo muito bem definido e específico e outras pessoas menos.

Achar o cara perfeito – ou quase perfeito – nem sempre é uma tarefa fácil quando estamos buscando no lugar errado. E isso deve estar acontecendo com você!

O cara perfeito incluí também o que ele deseja. Se apenas uma noite, um lance rápido, um namoro e até um casamento.

Talvez esteja difícil para você encontrar essa pessoa porque ainda não procurou no Disponivel.com. Com mais de 548.284 homens cadastrados tenho certeza absoluta que o “seu número” está lá te esperando. Clique aqui e comece agora mesmo.

What do you think?

Em vídeo homofóbico, Ratinho crítica personagens gays em novelas da Globo: É muito viado

Vídeo mostra homem sendo brutalmente assassinado à machadadas